Venha se tornar um grande herói, semideus!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 [FP] Nina B. Ryan

Ir em baixo 
AutorMensagem
Nina B. Ryan

Nina B. Ryan


Ficha de personagem
Nível: 1
Pontos de vida:
[FP] Nina B. Ryan Left_bar_bleue100/100[FP] Nina B. Ryan Empty_bar_bleue  (100/100)
Pontos de energia:
[FP] Nina B. Ryan Left_bar_bleue100/100[FP] Nina B. Ryan Empty_bar_bleue  (100/100)

[FP] Nina B. Ryan Empty
MensagemAssunto: [FP] Nina B. Ryan   [FP] Nina B. Ryan Icon_minitimeDom Fev 03, 2013 2:18 pm

    SOBRE SUA IDENTIDADE
      NOME: Nina Berilo Ocean Ryan
      IDADE: 9 anos (25/12)
      NATURALIDADE: Miami, EUA
      PAI OLIMPIANO: Poseidon

    SOBRE SUA APARÊNCIA
      PHOTOPLAYER: Mackenzie Foy
      CURIOSIDADES NA APARÊNCIA: Nina tem uma cara fofa e pode ser persuasiva quando quer. Parece frágil mas sabe muito de como enganar algumas pessoas. Ela tem olhos verdes e cabelo castanho claro.
      Não tem nenhuma cicatriz no corpo e é baixinha. Tem a cara da mãe.
      Sua pele é de uma crainça muito saudável e bonita. Todos esperam que ela seja bonita quando crescer.


    SOBRE SUA VIDA
      FAMÍLIA: Laure Ryan (mãe, atualmente morta), Taylor (padrasto), Wendi (golfinho de pelucia)
      PERSONALIDADE: É muito ingênua, alguns até acham que é fingimento, mas não é. Muitos adultos alimentaram suas esperanças, como que sua mãe está viva e que Taylor está cuidando dela. Ela é muito fofa e é curiosa demais, sempre tenta ter amigos, mas não é muito boa nisso pois ela nunca teve um amigo até chegar naquele lugar que era seu novo lar.
      Ama seu pai mesmo não vendo, ela espera conhece-lo com todas as forças.
      Adora mar e água, sempre gostou de praias por causa da região onde morava. Ela sempre quis aprender a surfar.
      É muito apegada ao seu amigo, Wendi, seu bichinho de pelúcia. Ele é como melhor amigo dela. Para cobrir o vazio de uma amizade que sempre faltou.
      Quando fica magoada ninguém pode a ajudar, apenas se for muito próximo.
      HISTÓRIA: Meu nome é Nina, Nina Berilo Ryan. Minha mãe dizia que ele era especial e que representava o que eu era, tanto para meu pai, tanto para ela, tanto para o Taylor e tanto para todos os que me conhecem.

      Bem, vou começar do inicio.

      Minha mãe se chama Laure Ryan, é uma moça bem jovem para ter uma filha de 9 anos, mas ninguém dizia isso, apenas quando ela não estava por perto. Ela me teve na noite de Natal num hospital próximo ao centro da cidade. Ela me disse que quando nasci, houve uma das maiores tempestades do ano no Estado inteiro.

      Morávamos em uma casa pé na areia em Miami Beach, um lugar adorável. Praticamente isolado da cidade, longe das pessoas, onde só havia eu, minha mãe e o grande e lindo oceano. Até que um cara chamado Taylor Solo resolveu desapropriar a praia para fazer um serie de hotéis, resorts e tudo mais.

      É claro que minha mãe não gostou nada disso. E Taylor também não havia gostado da resistência que encontrou para a construção de seus hotéis.

      Mas não durou muito. Taylor perdeu a razão no tribunal, o que resultou num convite para um jantar a luz de velas com minha mãe. Sim, eu sei que não tenho muita idade para saber dessas coisas, mas eu sei que ela foi comer lagosta. Mesmo que ela não queira me contar.

      Ai tudo começou a ficar mais ou menos como numa rotina. Taylor sempre passava lá as 2 horas da tarde. Ele e minha mãe saiam para andar na praia e voltavam depois de uns 30 minutos. Já que eu estudava em casa, não ligava muito em ficar sozinha por lá.

      Mamãe disse que eu era uma criança especial, então não podia ficar em escolas como as outras. Eu sempre fiquei triste com isso, não tinha amigas nem amigos para brincar e tinha que fazer sempre a mesma coisa. Mas eu gostava de brincar com Taylor.

      Mesmo assim, as coisas continuavam do mesmo jeito. Taylor vinha, saia com a minha mãe e tudo mais. Só que um dia, foi diferente, e foi nesse dia, tudo mudou.

      Eu estava tentando usar a internet para jogar num site para crianças, onde a gente morava não tinha muito sinal para celular, internet e TV, mas dava para usar. Taylor entrou em casa com minha mãe segurando a mão dela. E na mão dela havia um anel, um anel com uma pequena pedra brilhante.

      Minha mãe me chamou e eu fui até eles estranhando um pouco a cara de preocupada da minha mãe. Taylor sorriu radiante para mim e se agachou para ficar na mesma altura que mim. Ele pegou minha mão e sorriu ainda mais e ele disse:

      ─ Eu posso me casar com sua mãe?

      Sorri super feliz. O fato de alguém ficar com minha mãe sempre me fazia ficar feliz. Já que papai havia saído para trabalhar fora e ainda não havia voltado. Mamãe disse para mim que ele deixava ela ficar com quem quiser desde que o homem gostasse dela como ele gostou dela.

      ─ Sim!Sim sim sim sim! ─ respondi abraçando Taylor forte.

      Claro que Taylor não seria meu pai. Nunca conseguiria substituir ele. Quando papai voltasse eu ficaria com ele e nos ficaríamos todas as tardes na praia. Brincando com a areia e com o mar. Mas não foi bem isso que aconteceu, na verdade, foi algo imprevisível que eu mesmo com minha criatividade nunca iria imaginar algo assim.

      Era uma noite de tempestade, a energia de casa havia acabado e um vendaval forte balançava a casa. Eu, mamãe e Taylor estávamos sentados no sofá da sala esperando que a luz voltasse e que a tempestade fosse embora. Mas mamãe parecia mais preocupada do que o normal e Taylor olhou apreensivo para a porta esperando algo.

      E realmente algo derrubou a porta, o que me fez pular de susto e dar um grito. Um garoto de mias ou menos 17 anos aparece e no lugar de suas pernas há patas de bode. Isso mesmo! Patas de bode!

      Foi ai que tudo mudou. Tive que fazer minha mala com algumas roupas, meu bichinho de pelúcia, o Wendi, um golfinho pequeninho bem velhinho e outras coisas necessárias. Mamãe disse que quando tudo se resolvesse eu poderia a ver de novo.

      Mas eu não queria ir embora de casa assim. O garoto-bode disse que eu deveria ir num lugar chamado “Acampamento Meio-Sangue”, mas confie na minha mãe e no garoto. Se era para o bem de todos, eu ia, mesmo que não quisesse.

      Não estávamos a mais de dois passos fora de casa, quando algo aconteceu. Um feixe de luz me deixou cega por alguns segundos e uma explosão aconteceu as minhas costas. Fui jogada para frente junto com pedaços da casa.

      Cai na areia da praia de bruços, meu braço doía e algo na minha cabeça ardia muito. Mas não ligava. A casa havia explodido e minha Mãe e Taylor estavam lá dentro. A minha visão estava embaçada, mas estava conseguindo levantar devagar e com dificuldade.

      A chuva pareceu ficar mais forte, mas não impediu do fogo se espalhar pela casa semi-destruída. Me recuperei o mais rápido possível da queda e corri para dentro da casa.

      Estava abafado, quente, a fumaça estava me sufocando. Mas eu passei pelos pedaços de madeiras caídos e pelos moveis chamuscados. Não sabia onde eles estavam, nem como estavam, nem se estavam bem.

      Mas eu procurei por todos os lugares que podia achar e não a vi. Apenas pensei ter visto ela no chão do meu quarto, com o rosto manchado e fogo em sua perna. Mas devia estar imaginando isso. Quando ouvi um grito não conseguia mais respirar e acabei por desmaiar.

      Narrador:“ O sátiro salvou Nina do incêndio e a levou até um lugar onde poderia ser seu novo lar. Nina não sabe, mas sua mãe morreu e Taylor desapareceu e continua desaparecido até hoje. Ela acha que sua mãe está em algum lugar, mas o sátiro disse que ela está dormindo na sua antiga casa e que tudo vai dar certo no final, ela era acordar mais cedo ou mais tarde.

      Depois disso Nina, Tyler e Wendi tiveram vários desafios. E o pior foi que os monstros pareciam piorar com um tempo. Mas Nina não ligava, ela apenas se fixou a idéia de que tudo vai terminar bem, como um conto de fadas”.


    SOBRE SUA CAPACIDADE
      FORÇA: 2
      VELOCIDADE: 7
      MIRA: 3
      DEFESA: 2
      CARISMA: 7
      MENTE: 3


    SOBRE O JOGADOR
      NOME DO PLAYER: Nat
      CONTATO: Via MP’s


    CRÉDITOS
    by PRIH! do OOOOPS!-------------------
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zeus
Deus
Zeus


Ficha de personagem
Nível:
Pontos de vida:
[FP] Nina B. Ryan Left_bar_bleue100/100[FP] Nina B. Ryan Empty_bar_bleue  (100/100)
Pontos de energia:
[FP] Nina B. Ryan Left_bar_bleue100/100[FP] Nina B. Ryan Empty_bar_bleue  (100/100)

[FP] Nina B. Ryan Empty
MensagemAssunto: Re: [FP] Nina B. Ryan   [FP] Nina B. Ryan Icon_minitimeSeg Fev 04, 2013 1:50 pm


Bem vinda ao PJORPGBR!


[FP] Nina B. Ryan Zeus2-1_zps61f62019
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[FP] Nina B. Ryan
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Copa União - Fase de Grupos: Igor Mota Vs. Ryan Tyron

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Percy Jackson & os Olimpianos RPG :: Informações :: Fichas de personagem :: Aceitas-
Ir para: